Capistrano. A história de uma cachorrinha está comovendo a população deste Município, da região do Maciço de Baturité. A cadela foi encontrada viva em meio aos escombros do prédio onde funcionava o Banco do Brasil, 19 horas depois da explosão feita pelos assaltantes.

Cachorra é encontrada viva sob escombros do banco de Capistrano 19 horas depoisO animal foi encontrado pelo vigilante do prédio, José Saraiva Lima, 49 anos. Ele teria escutado o barulho provocado pela cachorrinha vindo em meio aos blocos de concreto. “Ele ouviu aquele barulho e foi atrás. Começou a remexer, tirando os pedaços de concreto até que encontrou o animal”, afirma Janusa Nágila, de 47 anos, irmã do vigilante. O animal estava bastante fraco e debilitado e ainda apresentava alguns ferimentos provocados pela queda das paredes do prédio sobre ela. “Ele mesmo comprou um remédio para colocar no ferimento, deu alimento e água à cachorrinha”, disse a testemunha.

Cachorra é encontrada viva sob escombros do banco de Capistrano 19 horas depois 1Janusa conta que a cachorra costuma frequentar uma espécie de prédio comercial onde o banco era instalado. Ela acredita que no dia da explosão, o animal de assustou com os tiros e ficou por perto, quando teria sido atingida pelos pedaços das paredes.

A história de superação do animal tem chamado a atenção da população de Capistrano. A cachorra está famosa e agora tem virado uma espécie de mascote do prédio onde ela foi encontrada. “Depois do que aconteceu isso, as pessoas estão cuidado mais dela, ela virou o xodó da cidade”, garantiu Janusa.