Na direção estava um advogado de Morada Nova, o empresário Veridiano, além de seu filho “Sandok”.

Um intenso tiroteio deixou três pessoas executadas durante o fim da tarde desta terça-feira, 19, na cidade de Quixadá, na região Central do Ceará. Curiosamente, os tiros aconteceram ao lado do 9ª Batalhão da Polícia Militar.

Empresário, filho e advogados são assassinados durante intenso tiroteio em QuixadáDe acordo com as informações, um veículo estava perseguindo o outro pela Rua Tenente Cravo, no bairro Alto São Francisco. O advogado, Josenias Saraiva Gomes, estava em seu veículo com os seus clientes, o empresário Veridiano Cabral, e o filho do empresário conhecido por Sandok Cabral. Eles ainda tentaram escapar, mas foram mortos no interior do automóvel.

O advogado, Josenias Saraiva, estudou no Centro Universitário Católica de Quixadá, residia na cidade de Morada Nova.

Durante os tiros, policiais militares estavam no Quartel, imediatamente foram acionados, mas não foi possível prender os demais ocupantes do outro veículo, que fugiram no sentido à Ibaretama.

A princípio, muitos pensavam que teria sido um ataque ao 9° Batalhão da PM, mas já foi descartado pela polícia. Em contato com o Comandante do 9ª BPM, tenente-coronel Ednaldo Calixto, relatou que alguns tiros ainda acertaram o prédio, mas não tinha como alvo a unidade de segurança.

A ação não teve como foco agentes da segurança pública, mas possivelmente acertos de conta. O advogado, possivelmente, não era o alvo.

Populares relataram que foram dezenas de tiros, causando pânico e correria, enquanto isso, entorno do quartel foi interditado até a chegada da Perícia Forense.

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Quixeramobim, e informações dão conta de que todos tinham bastantes perfurações.