Morreu nesta sexta-feira, 17, aos 87 anos, a empresária Yolanda Queiroz. A causa da morte não foi divulgada.

Nascida em Fortaleza, em 12 de novembro de 1928, Yolanda Queiroz era filha de Maria Pontes Vidal e Luis Vidal. Viúva do empresário Edson Queiroz, fundador do Grupo Edson Queiroz, Dona Yolanda, como era chamada, tornou-se presidente do conglomerado quando o marido morreu, em 1982.

Morre aos 87 anos a matriarca Yolanda Queiroz do Grupo Edson QueirozApós a morte do marido, Yolanda assumiu a Presidência do grupo, auxiliada pelos filhos Airton e Edson, continuando assim a sua expansão. Por sua atuação, recebeu, em 2001, a Medalha do Mérito Industrial outorgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e em 2007, a Ordem do Mérito Industrial através da mesma instituição.

No entanto, mesmo antes de assumir o cargo de presidente, Yolanda teve atuação primordial na construção do Grupo. Casou-se em 1945 e Edson a considerava “fonte de inspiração”. O marido contava que sempre a consultava para saber sua opinião antes de toda decisão importante.

Em 2010, é agraciada com a Medalha Antônio Drumond, em homenagem aos 40 anos da TV Verdes Mares. Em 2012, foi homenageada com o Diploma de Sócia Honorária da Casa do Ceará, em Brasília. Ainda, recebeu o prêmio Personalidade do Ano, em Nova York, outorgado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em 2008.

Na noite desta sexta-feira, 17, estava marcada uma homenagem da Federação do Comércio, Bens e Serviços do Estado do Ceará (Fecomércio-CE), durante a solenidade de entrega da Medalha Clóvis Arrais Maia. Diante do falecimento, o evento foi cancelado. O Prefeito de Fortaleza Roberto Claudio, o Presidente da Assembléia Legislativa Zezinho Albuquerque e o Governador do Ceará decretaram luto oficial de três dias pela morte da empresária.